segunda-feira, 20 de maio de 2013

Arrisque


Tem aquele dia especial em que você acorda com a especial vontade de dar o primeiro passo. Aquela premente necessidade de mudar... mudar tudo, mudar alguém, mudar aqui, e, quem sabe, além... Um vontade que te toma de mansinho, devagarzinho, e, quando você se dá conta, precisa sair do seu lugar. Não dá pra ficar parado. Sentado, o mundo só faz girar.
Olhar todos os dias os mesmos quadros, das duas uma: ou nos faz decorar e amar a pintura em tela, ou nos causa repulsa e vontade de ver algo novo. E, assim é a vida que passa, todo dia, diante dos nossos olhos.
Eu não vou dizer que a rotina é ruim ou desnecessária, mas, vou sempre bater na tecla de que ver lixo se acumulando no canto da alma todos os dias e não se levantar pra descartar é comodismo demais!!! Gente, o que é cômodo nem sempre nos faz bem. Quem nunca tenta, simplemente não verá o que se acontece por, simplesmente, tentar.
As vezes, me vem preso um grito na garganta: QUANDO FOI QUE SE DEIXOU DE ACREDITAR? A solução pode estar no ato de mudar! Perder esperança é descartar o que precioso que se tem dentro do si.
Eu sei que eu sou sonhadora, mas, também sei que não sou a única, e que, se a vontade de mudar de hoje não me bastar, recolherei com ela os sonhos de hoje, que, somados aos de amanhã, já serão suficientes pra transformar o que, agora, só me causa dor.
Talvez você ( se é que alguém lê) se identifique com o que eu falo, mas, ficar parado não muda o rumo da prosa, o comodismo nunca ganhou uma guerra, e, a felicidade pode estar o pequeno ato de arriscar!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário